Bihl Group

  Português
Área Restrita

(Foto por: AP Photo/Fernando Llano)

Postado dia 30/11/2015 às 12:37

Papa diz que será catastrófico se COP21 se limitar a interesses particulares

O papa Francisco alertou que seria “catastrófico” se na 21ª Conferência do Clima da Organização das Nações Unidas (ONU) prevalecessem os interesses particulares contra o bem comum e informações fossem manipuladas para proteger projetos.

Durante um discurso no escritório da ONU em Nairóbi, o pontífice apelou aos participantes deste encontro – que começa na próxima segunda-feira em Paris – para que eles cheguem a um acordo “global e transformador” para diminuir o impacto da mudança climática, combater a pobreza e respeitar a dignidade humana.

“Estamos perante o grande compromisso político e econômico de reconsiderar e corrigir as falhas e distorções no modelo atual de desenvolvimento”, afirmou.

Os 195 países que participarão da COP21 tentarão chegar a um acordo para lutar contra as mudanças climáticas e conter o aquecimento global, para ele que não ultrapasse os 2 graus centígrados.

“Seria triste e – atrevo-me a dizer – até catastrófico se os interesses particulares prevalecessem sobre o bem comum e chegassem a manipular as informações para proteger os seus projetos”, advertiu o pontífice na capital queniana, onde ele começou ontem sua primeira viagem pela África.

“Nenhum país pode atuar à margem de uma responsabilidade comum. Se realmente quisermos uma mudança positiva, temos que assumir humildemente nossa interdependência”, lembrou.

Francisco defendeu um diálogo “sincero e aberto, com a cooperação responsável de todos: autoridades políticas, comunidade científica, empresas e sociedade civil”.

Amanhã, o papa terminará sua viagem pelo Quênia com uma visita ao bairro pobre do Kangemi e um grande encontro com os jovens, antes de ir a Uganda.

Fonte: Terra

Notícias relacionadas
Voltar para a página inicial

Endereço

Av. 15 de Novembro, 489, Edifício Schuring
Porto - Cuiabá - MT

Fale Conosco

Tel.: (65) 2121 - 8801